fbpx

5 erros de produção audiovisual que você não deve cometer

5 erros de produção audiovisual que você não deve cometer

Mundo sem internet? Ninguém mais consegue imaginar. Internet sem vídeos? Sem produção audiovisual? Também não dá nem pra pensar! As coisas avançaram – muito rápido – e agora está todo mundo com a informação e o conteúdo na palma da mão.

Com públicos cada vez mais ligados e acelerados, incluir a produção de vídeo numa estratégia de conteúdo se tornou fundamental. Até porque está todo mundo com um smartphone – e a maioria está conectada à internet o tempo todo. Também por isso o vídeo se tornou o caminho preferido de jovens e adultos.

A verdade é que todo mundo gosta de receber conteúdos neste formato. Seja um vídeo institucional, explicativo ou qualquer outro, geralmente o vídeo sai na frente na preferência se comparado a um longo texto. A pegada digital do vídeo combina e muito com os tempos de avanço tecnológico que estamos vivendo.

Mas é nessa hora que um cuidado é fundamental: um vídeo produzido sem os devidos cuidados pode não apenas perder a oportunidade de levar a mensagem de forma dinâmica e clara, como pode atrapalhar seu projeto ou o recado que precisa passar.

Nesse cenário, o que fazer para produzir um bom vídeo talvez você já saiba. Por isso, em vez de dizer como fazer, hoje vamos te esclarecer 5 erros de produção audiovisual que você não deve cometer de jeito nenhum! Preste atenção nas dicas pra saber exatamente o que evitar!

5 erros de produção audiovisual que você não deve cometer

1. Não ter clareza nos processos

A pior coisa que se pode fazer numa produção audiovisual (e na vida, falando a verdade) é começar sem saber onde você quer chegar. Ter clareza é fundamental para definir o objetivo do vídeo, quem sua estratégia pretende atingir, que resultados são esperados após o lançamento etc.

Sem ter bem claro quais são os degraus que seu vídeo deve te ajudar a subir, é possível que ele traga falsas sensações. Um vídeo com beleza estética pode te dar a sensação de dever cumprido, mas se não estiver alcançando o resultado necessário não terá valido a pena. Clareza do objetivo final é indispensável, afinal vídeo é arte, mas num contexto de marketing não é só arte. É caminho de conexão e conversão.

2. Produzir sem planejamento de etapas

Se produzir sem ter clareza do objetivo já é uma coisa ruim, começar o processo de produção sem um cronograma adequado é tão desastroso quanto. Sabe aquela história de que obra sem prazo não termina nunca? Pois é. É verdade.

Antes de começar uma produção de vídeo estabeleça prazos e trabalhe o entendimento do cronograma com toda sua equipe. Como um vídeo não é produzido por uma pessoa sozinha, mas sim num trabalho com todo o time, o entrosamento entre todos com suas funções faz completa diferença!

Não deixe de considerar que uma produção audiovisual tem uma sequência de etapas como todo projeto: briefing, preparação de pauta, roteirização, gravação, pós-produção e por aí vai. Inserir cada etapa no cronograma é o primeiro passo para evitar o erro da falta de planejamento.

3. Fazer vídeos fora da realidade do seu público-alvo

Qual é o vídeo certo? A resposta é que depende de uma série de fatores, inclusive do público que você pretende que assista à sua produção. Seu vídeo não pode ser longo demais se quem vai assistir é ansioso, agitado ou simplesmente quer as coisas com mais rapidez. Por outro lado, dependendo da situação, seu vídeo não deve ser econômico demais nas palavras porque pode soar como falta de detalhamento ou explicação.

Eis o segredo: o caminho para uma produção audiovisual de qualidade é dar atenção a todas as etapas do processo. E isso inclui conhecer bem os detalhes do seu público! Na internet isso inclui acompanhar as métricas para descobrir em que momentos seus vídeos geralmente são abandonados, e assim corrigir pontos falhos.

4. Escolher preço e não considerar o valor

Preocupar-se mais com preço do que com valor talvez seja o mais clássico dos erros, mas infelizmente ainda um dos mais frequentes. Baratear a produção audiovisual pensando só no custo dela é um “tiro no próprio pé”.

Perder qualidade não significa apenas ter um vídeo com menor poder estético. Baixar a qualidade da produção audiovisual fala muito sobre seu compromisso com o público que está te oferecendo atenção.

E vale lembrar que o barato pode sair caro: incontáveis “economias” na hora de produzir acabam gerando custo extra lá na frente, exigindo correções, retrabalhos e muitos outros prejuízos que podem ser evitados dando foco ao valor e não apenas ao preço da produção.

5. Não dar atenção à pós-produção

O que é mais importante num vídeo: as imagens captadas ou toda a produção que acontece após a gravação? A resposta certa é que as duas coisas têm valor inestimável! A pós-produção não faz milagre (tá, às vezes faz), então é muito importante dar atenção à captação de imagens também.

Mas um erro muito comum é colocar toda a atenção na gravação e esquecer que o grande trabalho vem depois! Os cuidados com trilha sonora, locução, animação, transições, efeitos, ganhos de áudio e tantos outros detalhes não podem ser esquecidos, pois fazem total diferença no resultado final.

As possibilidades de um vídeo bem produzido

Se você apenas evitar os erros que encontrou aqui, já terá um vídeo possivelmente muito melhor! Por vezes deixamos de lado questões simples, mas que com um pouco de atenção e cuidado podem deixar de ser ponto negativo para se tornarem ponto positivo.

O que não se pode perder de vista é que uma produção audiovisual dirigida com cuidado profissional pode trazer resultados incontáveis. Fazer vídeo é uma coisa. Produzir um conteúdo profissional em audiovisual é outra coisa bem diferente.

Por isso, é mais do que inteligente inserir conteúdos em vídeo na sua estratégia de marketing de conteúdo. Mas vale ressaltar: se os vídeos forem produzidos de qualquer jeito, o que seria uma colaboração pode acabar virando prejuízo.

O caminho sem erro é contar com ajuda profissional e com o engajamento de quem realmente esteja interessado em acrescentar no seu projeto com produções audiovisuais fantásticas e memoráveis! Aí você não só evita erros, mas acerta de verdade.

Quer aprender um pouco mais? Leia também o blog post “O que a Netflix nos ensina sobre produção de vídeo”!

No Comments

Post a Comment