fbpx

Como usar vídeos em cada etapa do funil de vendas

Como usar vídeos em cada etapa do funil de vendas

Desde o primeiro contato de um cliente com uma empresa até o momento final da sua decisão de compra, ou seja, para todo o aspecto dessa jornada singular, nomeia-se Funil de Vendas.

O funil de vendas é estruturado em três fases, ‘Topo, Meio e Fundo’, seu resultado visa não só a conversão final em vendas, mas a fidelidade como decorrência da compra.

Para tanto, textos são ótimas fontes de persuasão e conversão. Contudo, e quando se trata de vídeos?

Ação x palavras

Obras audiovisuais têm ampla capacidade em despertar o mérito de um produto a uma pessoa carecida de respostas e que se vê diante de determinada solução. Empresas de sucesso entendem que produções em vídeo são capazes de impulsionar um negócio de forma gradativa e com resultados impressionantes.

Entretanto, para se produzir um vídeo, além de ficar atento ao funil de vendas, faz-se necessário o aprendizado em ‘dizer’. Vamos lá: dizer, contar, não é o mesmo que ‘falar’. Lembre-se: se algo pode ser dito apenas com uma ação, nada de colocar diálogo.

“Uma imagem vale mais do que mil palavras”. Frase antiga e que continua circulando por diversos cantos. Por que será? Porque imagem é sinônimo de resultado. Portanto, marque a frase como base para seu produto audiovisual.

 

Despertando o interesse

Estamos no topo do funil. Você sabe que seu produto é a solução. O cliente ainda não. Pois bem: chegou o momento de despertar o interesse do futuro comprador. E em imagens!

Apresente, com base em ações, as necessidades das pessoas. Mostre que há maneiras de solucionar tais carências. Através de vídeos atrativos, aponte nas pessoas as suas lacunas. Conte uma história para que seu futuro cliente se identifique com a própria carência. Desperte a sua atenção à capacidade de resolução que tem sua marca ou produto. Não se esqueça de ter uma pegada bem-humorada e humanizada.

 

Buscando uma solução

O meio do funil de vendas deve ser o mais útil para o futuro cliente. O produto audiovisual deve gerar a intenção de compraRepare que a pessoa agora quer buscar formas para resolver seu problema. E ela já conhece seu produto. O conteúdo do vídeo agora precisa ser favorável a isso, tendo como foco o processo de decisão.

Nessa etapa vale aprofundar tudo sobre o funcionamento do produto, e inclusive apresentar cases de sucesso, depoimentos de clientes.

 

Fechando a compra

Convença! Seja persuasivo(a)!

Mostre ao futuro cliente todos os benefícios que ele terá ao optar pela sua marca. Apresente, na forma de vídeos instrutivos, a economia que ele terá ao finalizar a compra, e o retorno rápido e prático pelo investimento.

Ah, antecipe quaisquer dúvidas pós-compra. Estar à frente de uma futura dúvida gera autoridade.

Mostre praticidade em o cliente entrar em contato com sua empresa. E é claro: apresente o botão de CTA (Chamada para ação).

Vídeos e funil de vendas

Produtos audiovisuais não são apenas mais um conteúdo a ser apresentado aos clientes. Tornaram-se fontes altamente persuasivas, claro, se bem utilizadas. E traz bônus: agregam credibilidade à imagem da empresa e ainda geram autoridade e oportunidades.

Se a decisão final é sempre do cliente, utilizando o funil de vendas, encontra-se uma forma dinâmica e prática de fazer com que ele decida por sua marca!

No Comments

Post a Comment