fbpx

Como produzir CTA para vídeo

Como produzir CTA para vídeo

Os vídeos, por si só, são ótimos produtos de interação entre o público e uma marca. Eles têm alto poder em aumentar a conversão desejada, seja ela para a captura de e-mails ou até mesmo para a compra efetiva. Assim como a produção de texto utiliza o Call To Action (CTA), é indispensável trabalhar o CTA para vídeo.

Mas quando associamos um produto audiovisual ao CTA surge uma dúvida: o uso de tal ferramenta não é apropriado para textos, já que os botões podem, inclusive, disponibilizar conteúdos para download?

A resposta é: também, pois igualmente utilizado em vídeo marketing, o CTA gera os mesmos efeitos surpreendentes.

Invista no uso do CTA para vídeo

Aplicar a dinâmica do CTA (no bom português denominado ‘Chamada para Ação’) em produtos audiovisuais é uma estratégia que resulta em ótimas conversões. E, assim como acontece nos textos, é capaz de fidelizar a marca com o cliente.

A ferramenta, tão forte em engajar audiência e ser uma das principais fontes em migrar o futuro comprador para outras importantes fontes de informação de determinada empresa, ganha um bônus quando utilizada em vídeos: a interação. Sim! O vídeo marketing tem esse poder em convidar o espectador a inter-relacionar-se com que é assistido.

Como utilizar o CTA para vídeo?

Parece difícil, não é? Porém, é prático e fácil. Se utilizado da forma correta, tende a originar à sua marca ou produto as maiores benfeitorias no que se diz respeito à audiência e conversão.

As chamadas para as ações podem ser faladas, ou virem na forma de botões e links inseridos na tela do vídeo ou na descrição abaixo do mesmo.

CTA nos diálogos:

– Quem apresenta o vídeo pode sugerir ao espectador o clique num botão de curtir o episódio ou seguir o canal.

– Outra sugestão é ditar o nome do site da empresa, da página de vendas, permitindo assim a migração do futuro cliente a outras fontes de informação da marca.

– Convidar é preciso! Convide seu cliente a conhecer mais sobre sua marca ou produto, a assinar newsletter para ter acessos às informações restritas aos clientes vips.

CTA na forma de botões e links:

– No próprio player do vídeo há como inserir links ou botões chamando para a ação enquanto a imagem é reproduzida. E isso não é uma técnica específica e exclusiva de vídeos gravados.

– Que tal apresentar um sorteio ou algum cupom sugerindo o clique de algum botão de ‘promoção’?

– Outro famoso botãozinho, o do ‘clique aqui’, pode levar o espectador a outras etapas do funil de vendas ou mesmo a conhecer novas ofertas.

– Tem ainda a barra do ‘deixe seu e-mail’. Ela é capaz de gerar leads.

– O tão famoso gatilho mental de escassez funciona muito bem em vídeos. ‘Últimas unidades’, ‘últimos dias’. Seguidos de um ‘clique aqui’ pode funcionar muito bem.

– Links inseridos na descrição abaixo do vídeo também são ótimas formas de conversão. Inclusive podem ser mencionados no próprio vídeo, gerando interesse no espectador em ler o texto e clicar.

Lembre-se: o CTA para vídeo está em evidência. Contudo, sem incentivo ao espectador, tais ferramentas podem passar despercebidas. Vídeo é sinônimo de interação. 

Quer ficar por dentro deste universo de produção audiovisual? Siga-nos no Instagram e Vímeo e não perca nenhuma novidade!

No Comments

Post a Comment